Treinando intervalos

TREINANDO INTERVALOS

Extraído do livro “The Boxer´s Guide”-

To Performance Enhancement de Ross Enamait,  2004

Tradução: Rick. (21/11/2006)

 

O treino de intervalos é um dos caminhos mais efetivos de melhorar o condicionamento anaeróbico. O treino de intervalos é talvez o mais importante aspecto do seu programa de condicionamento. Intervalos levam a intensidade a outro nível.

 

“Eu descobri que quanto mais duro eu trabalhava parecia que eu tinha sorte cada vez mais” – Thomas Jefferson

 

Tome um minuto do seu tempo e leia de novo esta famosa frase de Thomas Jefferson. O boxe tem muito pouco a ver com sorte. Seu sucesso depende do trabalho duro. As três palavras importantes que descrevem os atributos de um boxeador ou boxeadora incluem…

 

– Esforço – Estar preparado para treinar duro

 

– Perseverança – Quando a coisa ficar ´´preta“, treine mais duro.

 

– Consistência – Campeões e campeãs não se desenvolvem de um dia para outro.

 

Intervalos repetem a taxa trabalho / descanso que você apresenta em cima do ringue. Existem várias variações de treinos de intervalos.

 

Por exemplo, suponha que você está se preparando para lutar 4 rounds de 3 minutos. Você deve construir seu programa de treino de intervalos dentro deste parâmetro.

 

Trabalho total: 12 minutos (4 x 3 minutos)

 

Descanso total: 3 minutos (1 minuto de descanso entre os rounds 1, 2 e 3).

 

Quando montar um programa de intervalo é melhor correr um intervalo a mais que o número de rounds que irá lutar. Como exemplo, se você lutar 4 rounds, você deverá correr 5 (ou mais) intervalos.

 

Usando o exemplo acima, mostraremos um programa de intervalo de 5 x 3 minutos. Os três minutos de trabalho envolvem uma corrida rápida e constante. Se você tem acesso a uma pista de atletismo, corra duas voltas ( 800 metros). Duas voltas levam aproximadamente 3 minutos a serem percorridas.

 

Notem que esta rotina se chama corrida de intervalo e não “intervalo de trote”. Sua intensidade deve ser construída em cima de uma corrida rápida e não uma corrida casual. Você deve preparar seu corpo a executar o máximo esforço possível por 3 minutos consecutivos. Corra o mais rápido que puder, pois a evolução de sua performance será determinada pelo esforço que fará no seu treino. Faça estes intervalos com alta intensidade que verá resultados. Seu período de descanso deverá ser 1 minuto ou menos entre cada intervalo.

 

O treino de intervalo é extremamente difícil. Quando se treina os dois sistemas de energia anaeróbica, seu corpo manda bastante ácido lático para os músculos. Esta reação gera aquela sensação familiar de fadiga muscular e dor.

 

Treinando regularmente estes intervalos, você aprenderá a superar e ultrapassar a fadiga. Você será capaz de sustentar intervalos mais longos e mais intensos. Irá correr mais rápido, com uma melhora de recuperação. Estes melhoramentos serão rapidamente traduzidos ao sucesso e “gás” dentro do ringue.

 

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *