EXERCÍCIOS COMO TRATAMENTO PARA DEPRESSÃO

Escrito por
Ross Enamait

5 de abril de 2016

http://rosstraining.com/blog/2016/04/05/exercise-as-a-treatment-for-depression/

Tradução de Ricardo Ubiratan Saeki – 05/Dezembro/2016

dsc04956
Ricardo Ubiratan Saeki treinando Core na PowerBall

Exercício para a saúde mental

Eu tenho falado por muito tempo que os benefícios do exercício estendem distante além de toda a meta ou realização física. Como eu disse antes, eu nunca estou mais do que um treino fora de um humor melhor. Não importa o quão ruim que foi o dia que eu tive, um treino rápido sempre me deixa de volta na pista. Dentro de minutos eu percebo me sentindo melhor (fisicamente e mentalmente).

Para nenhuma surpresa, eu não sou o único em reconhecer os benefícios mentais do exercício. Qualquer pessoa que tenha passado algum tempo treinando poderia dizer-lhe a mesma coisa. A conexão entre o corpo e a mente é impossível de negar. A pesquisa nova sugere mesmo que o exercício pode ser um tratamento eficaz para a depressão (veja abaixo).

Exercício como um tratamento para a depressão – Resumo

Exercício e Depressão

Para começar, vale a pena notar que eu não sou um médico e não estou deprimido. Com isso dito, não é preciso um cientista de foguetes para reconhecer que a depressão é um problema sério no mundo de hoje. Eu arriscaria adivinhar que todos nós conhecemos alguém que foi clinicamente diagnosticado com depressão. Portanto, é ótimo ver o exercício recebendo atenção como um possível tratamento.

Conforme citado no resumo acima:

“Nossos dados apoiam fortemente a alegação de que o exercício é um tratamento baseado na evidência para a depressão.”

Como esperado

Ao examinar novas pesquisas, eu sempre me esforço para rever o material com uma mente aberta. A opinião pessoal não é relevante para a pesquisa baseada em evidências, então é melhor deixá-la fora da equação. Em outras palavras, em vez de tirar conclusões precipitadas, deixo que as evidências falem por si mesmas. Afinal, a evidência é a única conclusão que importa.

No entanto, o lado humano de mim vai ocasionalmente ler um estudo com a esperança de provar o que eu sempre pensei que é verdade. Esse foi o caso, como eu li o texto completo sobre os efeitos do exercício sobre a depressão. A conclusão é exatamente o que eu esperava que fosse.

Pensando em meus mais de 20 anos de treinamento, o exercício me ajudou em alguns momentos difíceis. Eu sempre vi exercícios rápidos como minha própria forma de terapia. É inevitável que cada sessão termine comigo se tornando uma versão melhor de mim mesmo. Mesmo se é apenas uma ligeira mudança de humor, a diferença é inegável. Eu sempre saio me sentindo melhor do que quando eu comecei.

Pensamentos finais

Enquanto meu próprio humor balança pálido em comparação com a depressão clínica, estou feliz em ver que a ciência suporta o que muitos de nós sempre pensamos ser verdade. Exercício, sem dúvida, fornece inúmeros benefícios físicos e mentais. E, felizmente, você não precisa sofrer de depressão para experimentar esses benefícios.

Falando por mim, muitas vezes eu brinco que o mundo é um lugar melhor quando estou treinando. Meu humor melhora, acho pensamentos mais claros, e eu sou uma pessoa melhor para estar ao redor. Talvez o mundo é realmente um lugar melhor quando todo mundo está se exercitando no entanto. A pesquisa parece estar apontando nessa direção.

E enquanto isso pode soar como maluquice para alguém que nunca treinou, tenho certeza que faz todo o sentido para aqueles que tem praticado exercícios por aí por um bom tempo.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *