BATIMENTO CARDÍACO X TREINO FÍSICO

Batimento Cardíaco x Treino Físico

 

Tudo começa no movimento. Qualquer atividade física, dando como exemplo um exercício aeróbico (movimentos repetitivos) fará com que seu batimento cardíaco vá a 60-90% do seu batimento máximo. Um simples método para determinar seu batimento cardíaco máximo (se bem que eu detesto coisa generalizada) é subtrair sua idade de 220. Por exemplo, um batimento cardíaco máximo para um atleta de 30 anos seria de 190 (220 – 30). Para determinar um batimento cardíaco tolerável para um treino, seria multiplicar seu batimento máximo por 60 e 90 (60% e 90%). No caso do exemplo, a faixa segura de batimentos cardíacos seria entre 114 e 171. Mas com o tempo, você percebe que se você não consegue falar sem ter que puxar muito ar, você está treinando muito forte, agora, por outro lado, se não notar uma mudança na rapidez da respiração, é porque você não está se esforçando muito. Agora, se entrar no âmbito mental x corpo, confesso que não tenho a capacidade de controlar mentalmente meu batimento cardíaco. Sei que há pessoas que conseguem, mas infelizmente não é o meu caso.

 

 Alimentação pré-treino

 

Para seu treino render, você precisa de energia. E esta vem dos carboidratos. Os carboidratos são divididos em fibrosos e não-fibrosos (não vamos falar deste, pois não são utilizados como energia). Dentro dos Carbos fibrosos, dividi-se em simples e complexos. Como são facilmente absorvidos pelo intestino, é de grande utilidade para obtenção de energia. Para não entrar muito a fundo no assunto, uma dica simples. Se você conseguir se alimentar 1 h antes do treino, procure comer banana, aveia, pão integral, frutas secas, sementes. Agora, se você chegou em cima da hora e não teve tempo de se alimentar, apele para os carbos simples, que dão energia mais rápido, como chocolate (pasmem), suco de fruta (laranja, etc), barrinha de cereal, etc. E, durante o treino, deixe uma garrafinha de água em temperatura natural e dê uns golinhos de vez em quando para hidratar o corpo.

 

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *