AUMENTO DA POTÊNCIA DO GOLPE

Artigos sobre boxe e condicionamento físico traduzidos de Ross Enamait, M.S., CFT, renomado atleta e treinador americano certificado pela International Sports Sciences Association (www.rosstraining.com). Uma parceria exclusiva no Brasil entre Ross e eu, sendo o único brasileiro autorizado a traduzir seus textos em inglês. Ross Enamait treinou com o campeâo mundial Marlon Starling, entre outros boxeadores de nível altíssimo a procura do cinturão mundial de boxe e continua até hoje treinando boxeadores e publicando seus livros. Na biblioteca, já tenho 4 livros dele, voltado ao condicionamento físico, ao treino técnico de boxe, nutrição e estratégias.

 

ROSS ENAMAIT (www.rosstraining.com)

 

Aumentando a Potência no Golpe

Punching with Power – Ross Enamait – 2004 .

Tradução e nota ao final do texto: Rick (04/09/2008)

 

O boxe emprega um sistema de pontuação única. Um grupo de juizes pontua cada luta round por round. Se uma luta dura todos os rounds, os juizes determinam o resultado. Ao final da luta a pontuação de cada juiz é somada para descobrir o vencedor.

 

O critério usado para pontuar uma luta de boxe inclui:

 

¨      Eficiência dos golpes

 

¨      Domínio de ringue

 

¨      Agressividade efetiva

 

¨      Defesa

 

 Eficiência do golpe é o mais importante.

 

Domínio de ringue é quando o atleta coloca seu oponente onde ele quer utilizando-se de uma movimentação superior dentro do ringue.

 

Agressividade efetiva envolve lançar golpes enquanto se procura a luta. Se você procura a luta sem lançar golpes claros e certeiros a agressão não é efetiva.

 

Defesa envolve evitar golpes lançados em sua direção.

 

O PROBLEMA

 

O sistema de pontuação do boxe é claramente de má qualidade. Muitos juizes não são treinados em relação ao esporte. Outros são subjetivos em sua pontuação, frequentemente pontuando rounds para o “favorito da multidão”. As pessoas diretamente envolvidas no boxe, tanto como espectador, técnico, ou competidor, pode provar a realidade de más decisões.

 

Talvez você tenha assistido Roy Jones Jr. competir na Olimpíada de Seul na Coréia em 1988. Jones enfrentou o coreano Si-Hun Park pela medalha de ouro. Apesar da performance dominante Roy Jones perdeu a medalha de ouro por 3-2 para o espanto de quem assistiu a luta. Uma investigação subseqüente na pontuação levaram alguns juizes a admitir que foram subornados pelos oficiais coreanos a pontuar contra Jones. A derrota de Roy foi categorizada por muitos como um dos maiores erros chocantes na história dos jogos olímpicos.

 

Infelizmente más decisões não estão limitadas aos jogos olímpicos. O boxe está infestado pela corrupção frequentemente na forma de decisões erradas dos juizes. Muitos atletas novos perdem sua fé no sistema quando vitimizados pela pontuação. Até Roy Jones Jr. quis se aposentar após a corrupção em Seul. Uma pontuação incompetente quase custou ao esporte um dos grandes lutadores de todos os tempos…

 

A SOLUÇÃO

 

Como um lutador faz para evitar uma inevitável corrupção de muitos juizes? Qual a solução para esse problema continuo?

 

O melhor caminho para prever decisões erradas é assumir o papel de juiz, jurado e carrasco…

 

Um nocaute apaga todo o sistema de pontuação e garante a vitória. Nenhum juiz pode tirar a decisão de você, você sozinho determina o resultado da sua luta.

 

Golpear com potencia é um tópico popular entre os aspirantes a lutador. Infelizmente muitos atletas falham em aumentar sua potencia de golpe. Eles sucumbem a teoria que “pegadores nascem pegadores” ou falham em treinar com um sistema que produz resultados.

 

É possível aumentar a potencia do golpe?

 

SIM!

 

Claramente alguns atletas nascem com pegada, mas todos os atletas possuem a habilidade de fazerem melhoras consideráveis. Você não esta limitado a sua habilidade natural.

 

As características que estão empregadas a um golpe potente são:

 

¨      Técnica

 

¨      Equilíbrio

 

¨      Tempo de reação

 

¨      Alcance do golpe

 

¨      Acuracidade ou “pontaria”

 

¨      Relaxamento

 

¨      Velocidade

 

¨      Força

 

Técnica, equilíbrio, tempo de reação, alcance do golpe, pontaria e relaxamento são atributos que o atleta deve desenvolver fora da academia de musculação. Sem essas habilidades um atleta nunca vai conseguir aumentar sua potencia de golpe. Muitos atletas jovens enfatizam demais o treino com peso buscando desenvolver potencia. Esses boxeadores cometem o erro de confundir treino de força com treino de técnica. Grandes dos “pegadores” de todos os tempos nunca treinaram com pesos. Sua potencia se originava da execução própria das técnicas.

 

Os componentes primários de treino para aumentar a potência explosiva e velocidade são:

 

¨      Treino de força

 

¨      Pliometria

 

¨      Treino complexo

 

¨      Exercícios de velocidade das mãos

 

¨      Treino do torso

 

Para melhorar a potencia do golpe devemos entender a definição de potencia. Potência é comumente definida com a equação seguinte:

 

POTÊNCIA = FORÇA x VELOCIDADE

 

Potência envolve uma combinação de velocidade e força. Para se ter um golpe potente e efetivo você deve maximizar a força no menor período possível de tempo.

 

N.T : Um programa de aumento de potência no golpe é complexo e não tem como colocá-lo em palavras, uma vez que cada pessoa é diferente e reage diferentemente de outras. Se você quer se submeter a tal tipo de treinamento efetivo de aumento de potência nos golpes, peça a ajuda de seu técnico para tal, pois é um treino intrínseco que envolve tanto a parte técnica como mencionado anteriormente como exercícios específicos com peso, peso do corpo, bola medicinal, diferentes intensidades de execução de exercícios, isometria entre outros. O texto que traduzi faz parte de um livro de treino do Ross para aumento de potência de 89 páginas com um programa de 6 semanas o qual me submeti e os resultados forma nítidos.

 

No youtube, tenho um vídeo chamado “Exercícios de Força e Explosão para o Boxe” na qual mostro alguns dos muitos exercícios existentes para aumento de potência. (Rick) 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *